Porta à dentro.

A narrativa proposta por Rodrigo traz essa marca peculiar de uma química que acontece entre fotógrafo e seus personagens.  Ele chega como um bom visitante e com calma e respeito vai conquistando a confiança e estabelecendo uma parceria para a construção dos seus retratos.  Primeiro o fora, o espaço aberto do entorno das moradias, depois como se cumprindo etapas de um ritual de doação, adentra-se a sala onde estão abrigados objetos de culto e apreço, como santos nos seus oratórios, fotos de familiares, folhinhas – velhas contadoras do tempo e sempre presente nesses espaços– entre outros apetrechos.

De uma forma quase que solene seus personagens vão se colocando no cenário como maestros seguros de cada posicionamento de seus instrumentos. E num passo mais ousado e definitivo, Rodrigo chega à cozinha, lugar de comunhão e alimento. Nesse momento atenta com muita delicadeza e perspicácia para o acolhimento da luz que envolve o ambiente e seus atores, imprimindo nos seus registros traços que os tornam de uma poética única.

 Por fim, depois de bem ter olhado as imagens produzidas nesse ensaio, fico certa de que esse trabalho vai muito além de uma simples documentação fotográfica, ele reitera a relação do homem simples com a sua localidade, terra, lugar no mundo.  Temática universal e atemporal de onde sempre poderá desembocar numa bela história a ser contada.

Texto: Valéria Simões

Neste ensaio, realizado durante cerca de 2 anos na comunidade rural de São Miguel das Matas,  interior da Bahia, as imagens reiteram a importância do espaço doméstico na construção da identidade do homem e seu modo de vivenciar arte, cultura e religiosidade. A presença da sombra que encobre as feições dos retratados convoca a imaginação do observador a construir seus próprios retratos a partir dos elementos revelados pela luz. Neste jogo de claros e escuros, cabe a cada um ativar suas lembranças e revisitar os interiores, as casa e as senhoras que de algum modo fazem parte de sua própria história.

Ensaio vencedor do Prêmio Expocom na categoria Ensaio fotográfico no Intercom/Fortaleza, 2012.

Imagens selecionadas para a XI Bienal do Recôncavo/ Cachoeira, Ba.

Este projeto foi realizado como meu produto de Conclusão do Curso de Jornalismo/UFBA em 2011 e teve o Prof. José Mamede como orientador e curador.

_ Artigo sobre o Retratos Imaginados apresentado no Intercom 2012:

Livro Retratos Imaginados.