Com Tato

Essas imagens foram feitas em um contexto todo especial pra mim. À noite, me arquibancava nos banquinhos de ovenaria do coreto do Capão, enquanto um tocavam harpa de boca, outro uma flauta e um terceiro passava imagens em um slide ao ritmo da música. Neste ambiente espontâneo onde cada um compartilhava com seu instrumento, Adam e Zumaia dançavam contato no meio do salão acrescentado mais um sentido àquela orquestra sinestésica. Como não tinha levado meu timbal, o instrumento que encontrei pra contribuir com a orquestra foi a câmera.

Ao termino da dança, sentam os dançarinos ao meu lado para ver o que eu tinha aprontado. Como percebi que todos me olhavam com olhar curioso, convidei todo mundo pra ver as imagens também. Naquele momento, todo o coreto se engordou diante de uma telinha de três polegadas pra ver as fotos que acabavam de ser reveladas pelo ágil laboratorista da câmera. Naquele instante, sem curadores vernissage ou galeria de arte tive minha primeira exposição fotográfica

 

PS: Veja Foto-video realizado com as imagens.

Ensaio publicado na Revista Lupa 09.

← Previous post

Next post →

3 Comments

  1. adorei!!!!ideias simples mas ddtarviies e originais. Quero q 2011 seja mt bom e especial para vc e q cada dia vc seja mais criativa e mantenha seu blog sempre com novidades legais !!!!te amo mt.bjs mami

  2. Lidimais! ;)

  3. I quite like the colorings!

    my website – http://journal-cinema.org/

Deixe uma resposta